segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Meu novo estojo com kit fogo.

 Este é outro presente recebido do meu amigo Alex diretamente dos Estados Unidos, um estojo feito à mão por ele. É um item muito bem feito, em couro tingido e com detalhes interessantes de acabamento, como um ilhós em formato de espoleta de cartucho calibre 12 e um estampo com a sigla SHTF( expressão americana que significa merda no ventilador). Foi inspirado nos alforjes de viagem para motos.

Acabamento bonito e o detalhe do ilhós e estampo simulando cartucho.
Parte traseira com assinatura e o passador de cinto, além do prendedor para pederneira.
  O projeto foi pensado para carregar um kit fogo no cinto, e incorpora um passador para encaixe de uma pederneira e até um cordão de paracord como opção de transporte no pescoço. O fecho por dois pares de botões de pressão permite que seja colocado ou tirado sem abertura do cinto.

Pederneira no lugar e a sigla SHTF.

Com os passadores abertos colocar e retirar de cintos fica fácil.
  Seu tamanho leva em conta as famosas latas de bala Altoids, que compõem a maioria dos kits deste tipo. Como eu não tinha nenhuma acabei adaptando com coisas que eu tinha e outras que achei em casa.


 Componentes do kit fogo:
  • Uma latinha de Char cloth, com um furo na tampa para fabricação de mais material carbonizado;
  • Uma lata de chumbinhos Gamo contendo paina, material similar ao algodão e muito inflamável;
  • Uma lente Fresnel;
  • Uma pederneira.

Todos os itens deste kit fogo.
Os componentes acomodados no estojo.
  Enquanto escolhia que itens entrariam no kit tive uma excelente idéia, inverti o cordão de paracord para baixo e amarrei a pederneira nele, seu comprimento ficou perfeito para usar como um fiel, assim em nenhum momento ela fica afastada do kit e portanto não se perde.

A pederneira em posição de uso, no limite do fiel de paracord.
  O conjunto ficou muito bom, funcional e com várias possibilidades de acendimento de fogo, e o estojo ainda ficou estiloso no cinto escoteiro. O Alex em breve começará a comercializar suas criações nas áreas de cutelaria e artigos de couro, eu prometi que tão logo seu site esteja no ar colocarei links aqui no blog.

Kit no cinto, pronto para entrar em ação.

Te vejo na trilha!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Um estojo de couro para o fogareiro



 Há algum tempo a idéia de fazer um estojo para substituir a bolsinha de tnt que acompanha o fogareiro a lenha rondava minha mente, já tinha até um esboço de projeto, mas somente hoje resolvi botar em prática.

 A idéia era utilizar um pouco do couro fino que eu tinha sobrando para fazer um estojo com tampa e botão de pressão. Diferente de uma bainha de faca este projeto não requeria couro espesso, pelo contrário, flexibilidade e facilidade de furar seriam vantagens. Todo o material necessário eu já tinha em casa, então seria questão apenas de arregaçar as mangas e trabalhar.

Medindo a peça quadrada.

  Após tirar as medidas das chapas que formam o fogareiro(todas iguais, sendo um cubo), esbocei o simples projeto e recortei em papel sulfite comum, para testar se funcionaria. Após me convencer de que estava bom transferi para o couro, aproveitando ao máximo o pedaço.

O modelo funcionou.
Linhas traçadas no couro da maneira mais econômica possível.
  Daí em diante foi apenas cortar, colocar os botões de pressão, furar e costurar. Como o couro era fino eu furei as duas partes ao mesmo tempo, sem colar.

Marcação dos furos para costura.

Botões colocados antes da costura.

Furação concluída.

Costura pronta.

A hora da verdade. As peças entraram, mas justas.

 Como a superfície de couro seria grande e eu queria um toque de personalização resolvi pegar emprestado o pirógrafo(instrumento que grava com calor) da esposa e decorar o estojo. Eu deveria ter treinado mais em um retalho de couro, mas até que para o primeiro uso dessa ferramenta o resultado não ficou ruim.

Esboço do desenho. Gostei do tamanho.

Gravado e assinado, agora sim é um item único e personalizado.
  O couro ainda está bem justo, eu poderia ter dado mais 1 cm de folga para facilitar a entrada e saída das peças, mas com o tempo o couro vai se moldando ao formato do fogareiro e fica mais folgado.

Muito melhor que a sacolinha que vinha usando até então.

Gostei bastante do resultado, além de proteger melhor as peças e a mochila onde o fogareiro vai ainda deu um toque deexclusividade e um ar de bushcraft clássico. Entre uma etapa e outra cortei algumas quinas para que o aspecto ficasse mais harmonioso, conforme pode ser visto nas fotos.

 Estes projetos em couro tem me deixado bastante satisfeito e suspeito que este não tenha sido o último.

Te vejo na trilha!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...