quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Lanternas. Não saia de casa sem elas.

Minhas lanternas. De baixo para cima: Maglite 4D, Minimag 2AA e a versátil Romisen RC-K4.

Nest post tentarei passar algumas informações a respeito deste item essencial na mochila de qualquer aventureiro, enquanto apresento os modelos que utilizo.

Lanternas são equipamentos versáteis, e podem significar a diferença entre a vida e a morte em uma situação de emergência. Servem para orientação em terreno desconhecido à noite, e também para sinalização. Alguns modelos permitem ainda outros usos(veja ao final). Devido aos avanços tecnológicos, modelos pequenos e potentes são encontrados no mercado, podendo ser levados sempre no dia a dia. Sim, porque as emergências não marcam hora, e um equipamento grande ou desajeitado acaba ficando em casa, enquanto um pequeno e leve vai a todo lugar e estará presente quando preciso.

As lanternas tradicionais usam lâmpadas incandescentes. Ainda são muito confiáveis quando fabricadas por boas marcas, mas consomem bastante energia, exigindo mais pilhas. Lâmpadas reserva são obrigatórias, assim como as pilhas sobressalentes. Ainda possuem defensores ferrenhos, que depositam confiança nelas há décadas.

Minha representante desta categoria é a tradicional Mini Maglite de 2 pilhas AA(pequenas). Ela carrega em sua tampa uma lâmpada extra. É o meu confiável backup caso todas as outras falhem. Sempre acompanhada de pilhas alcalinas, que duram mais.

A clássica Mini Maglite e as duas pilhas AA que a alimentam.
As modernas lanternas de LED, emitem uma luz mais forte e branca e gastam muito menos pilhas, mas tendem a diminuir a percepção de profundidade. Também costumam ser pequenas. Cuidado com exemplares baratos, a maioria usa um conjunto de LEDs comuns e não produzem muita luz. Os LEDs CREE, ao contrário, são únicos e eletrônicos, gerando uma luz realmente forte e de excelente alcance. São os LEDs que equipam as famosas lanternas táticas, unanimidade entre policiais de equipes SRT(Special Response Team), também conhecidas como SWAT. Existem kits de conversão de incandescente para LED disponíveis para algumas da marcas mais conhecidas.

Minhas escolhas nesta categoria são: A ainda relativamente desconhecida Romisen RC-K4, que pode funcionar com 3 tipos de baterias(3 AAA, 2 CR123 ou 1 18650) e fornece 140 lumens em um formato tático bastante portátil, com qualidade e confiabilidade de lanternas "de grife", 10 vezes mais caras. Além dela uma Maglite de 4 pilhas D(grandes) que recebeu um kit de LED CREE fabricado pela Terralux com 140 lumens de potência. A Romisen anda comigo full time, enquanto a Maglite se tornou a minha lanterna mais potente e ao mesmo tempo a de maior autonomia, usada em campings e áreas rurais em geral. Interessante também citar a Streamlight Nano, que andei distribuindo de presente para algumas pessoas. Impressionante como uma coisa tão pequena que se usa pendurada no chaveiro e se alimenta de 4 baterias de relógio é capaz de gerar 10 lumens! Esta é uma opção muito interessante de luz para estar sempre por perto.

Romisen e seu adaptador para uso de 3 pilhas AAA. A mais versátil.
A veterana Maglite com 4 pilhas D e LED CREE. Potência, foco amplo e muita autonomia.
Streamlight Nano. Lanterninha impressionante. Esta anda com minha mãe.
As 3 lanternas juntas. Os LEDs são visíveis nas laterais.

Dica de sobrevivência: A Mini Maglite pode ser usada para acender fogo. Talvez alguma outra marca também permita, mas eu desconheço. Veja como: Uma palha de aço se incendeia com qualquer fagulha ou mesmo com o curto de uma pilha pequena. Com a Maglite carregada, um pequeno pedaço de fio e a palha de aço um mero contato inicia o fogo. Veja a sequência e faça um teste!

Lanterna com pilhas, pedaço pequeno de fio e palha de aço.
Maglite com a cabeça removida. Basta rosquear até o fim.
Sem a lâmpada,  os furos dos dois pólos ficam expostos. A lâmpada aparece no segundo plano.
Dois pedaços de filamento, um em cada polo. Ao encostar na palha fecha-se o curto.
O momento do contato. Fogo instantâneo.
Um sopro basta para o fogo se intensificar. Neste ponto bastaria alimentar a fogueira.

 Gostou do post? Comente! Pode participar sem medo...


Te vejo na trilha!

22 comentários:

  1. André,

    Gostei muito do seu blog. MAtérias muito bem explicadas e relevantes.

    Abraços

    Marcinéia Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Marcinéia. O blog surgiu da necessidade de interação com quem se identifica com este tipo de assunto, percebi que não havia outro blog tratando de temas assim, com esta abordagem.

    As respostas positivas de quem tem lido me estimulam a continuar.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Nem pense em abandonar o blog André, hehe.

    Tenho uma mag para backup tambem, pela confiabilidade, mas uso uma 2xaaa. Não conhecia esta técnica de fazer fogo com a palha de aço.

    Parabéns, e continue postando!

    ResponderExcluir
  4. Luke, agora é só levar um pedacinho de fio na mochila. ;)

    Obrigado por comentar.

    ResponderExcluir
  5. Interessante o seu blog! Parabéns! Você saberia informar qual a diferença entre a mag-lite 2D e a 6D? Somente a quantidade de pilhas usadas?

    Obrigado!

    Carlos (carlos.magalhaes@hotmail.com).

    ResponderExcluir
  6. Exatamente Carlos! Mesma potência, apenas durabilidade 3 vezes maior. Este era o conceito antigamente, quando as lâmpadas incandescentes gastavam muita pilha. A Maglite com muitas pilhas garantia mais horas de funcionamento sem trocas.

    A minha 4D é desta época, e com o upgrade pra LED CREE a durabilidade é realmente absurda. Usei por um mês no sítio andando pela estrada de terra sem iluminação quase todas as noites e faltou luz em várias ocasiões. Tudo com o mesmo jogo de pilhas.

    Obrigado por comentar!

    ResponderExcluir
  7. já conhecia o truque da minimag já o fiz com uma e com uma "militar".
    na militar é ainda mais facil basta retirar a secção da lâmpada e os contactos ficam logo espostos depois é só ligar e encostar a palha


    abraço :)

    ResponderExcluir
  8. Pois é João, há mutios modelos de lanterna que se prestam a esta técnica.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. boa noite andre...to por ae lendo suas ótimas postagens e fazendo muitas anotações ^^
    eu e um amigo, compramos um tempo atras (e ainda não chegou) uma lanterna de led parecida com a sua e uma de DINAMO...
    a duvida é: essa de dinamo, é util? o0

    vlww

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giancarlo, geralmente estas lanternas de dínamo não são de boa qualidade, costumam deixar na mão após algum tempo e iluminam pouco.

      Pelo preço de uma lanterna de led razoável, e pela autonomia delas(quando não são as utilizadas para funções mais táticas onde o que importa é a potência e não a durabilidade das baterias)acho que são a melhor opção para todos os usos.

      Um abraço.

      Excluir
  10. Andre, sei que o post teu é antigo, e talvez nao goste que reupem post velhos, mas tenho uma dica legal.

    Pilhas de lithium!

    Essas pilhas duram muito mais que as alcalinas! Aqui no Br é caro demais, porém pelo ebay, tem um vendedor chines (???!!!) que vende 10 pilhas por 11 dolares, algo em torno de 23 reais.

    O nome do cara é venny200323. Sobre as pilhas recarregaveis, te sugiro procurar da marca eneloop, são as melhores no mercado mundial, porém cuidado com as falsificações!

    vlw
    e desculpe por postar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, que nada amigo, o post é antigo mas ainda é válido, hehehe.

      Você está certo, tem as opções de pilhas e baterias importadas, apesar de nem todos terem acesso a compras internacionais.

      Curioso você mencionar isto porque eu mesmo compro as lanternas mas nunca comprei as pilhas lá fora, nem sei dizer porque. Também nunca experimentei as pilhas de lítio. Vou testar.

      Um abraço e obrigado por comentar.

      Excluir
  11. Andre onde vc comprou as lampadas LED CREE para maglite 3D ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No e-bay, custam coisa de 20 dólares. Esta marca Terralux é bem boa, pode comprar sem medo.

      Abraço.

      Excluir
  12. Olá André! Seu blog é muito massa, muitooo bom mesmo!!! cheguei aqui procurando lanterna como presente de dias dos pais, quero comprar no ebay e sei que demora a chegar... Você pode me dizer o nome ou loja virtual em que comprou as lanternas no ebay?
    Abraço, e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, que bom que gostou do blog.

      Legal sua intenção de presentear seu pai com lanternas, elas são sempre úteis.

      No meu caso, as duas Maglites eu já tinha faz um tempo, uma comprei aqui mesmo e outra foi trazida de fora por uma prima, o que comprei no e-bay foram os kits de adaptação de LEDs para elas, mas de qualquer forma andei vendo que o vendedor também trabalha com as lanternas, e os preços regulam com outros lugares. O nome do vendedor é: axsecure51z1.

      No caso da lanterna tática Romisen, foi comprada no site Dealextreme, e foi a mais barata delas, o que faz sentido tendo em vista que as Maglites são conhecidas por literalmente durarem a vida toda enquanto esta última é ainda uma quase desconhecida no cenário mundial, embora seja muito bem feita e no meu caso tenha aguentado o tranco até agora.

      Se quer uma lanterna simples e confiável que vai ser certeza de muitos anos de trabalho vá de Maglite, se quiser arriscar e comprar algo de tecnologia um pouco mais moderna pode ir na Romisen.

      Obs.: Existem hoje em dia as Maglites que já são vendidas usando tecnologia de LEDs ao invés das lâmpadas comuns, eu é que gosto de poder contar com os dois mundos.

      Espero ter ajudado e não confundido. :)

      Excluir
  13. Olá, André. Como vai? Meu nome é Lucimare. Trabalho voluntariamente com a Defesa Civil em Apiaí/SP. Parabenizo a vc pela qualidade das postagens e também pela iniciativa. Gostaria de entrar em contato para uma "assessoria" quanto aos equipamentos de iluminação para as emergências. Pode, por favor, retornar no nosso face: Comdec Coordenadoria Municipal da Defesa Civil de Apiaí? Gilberto é o Coordenador.
    Antecipadamente, agradeço.
    Lucimare

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Lucimare, vou fazer o possível para ajudar em suas dúvidas.

      Um abraço.

      Excluir
  14. O conceito da lanterna dínamo, me parece muito bom, pois usando uma delas, estamos livres da pilha/bateria descarregada.Claro, que a maioria dos produtos vendidos, são de baixo preço e baixa qualidade.Mas, topei com ESSA lanterna dínamo,de uso militar, que parece ser potente, robusta e confiável.Gostaria de mais informações sobre a mesma e PRINCIPALMENTE,encontrar vendedores desse produto, no Brasil.Veja se pode me ajudar, no link anexo.A
    ntecipadamente grato, Tiburtino Lacerda. http://pt.aliexpress.com/item/Dynamo-flashlight-multi-purpose-outdoor-camping-lights-self-charging-hand-hand-to-charge-the-phone-military/1541547801.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiburtino, as lanternas de dínamo que vi eram todas fracas, e geralmente iluminavam menos do as opções modernas de lanternas compactas de LED, que você pode carregar sempre e manter com pilhas novas. Esta do link pode ser diferente, mas teria que ser testada.

      Muitos produtos que são comercializados em sites chineses são importados e vendidos nas lojas de material esportivo e camping.

      Uma busca pela internet pode mostrar algum desses.

      Boa sorte.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...